Somos tão jovens...
Eu chorei porque eu te amo mas eu não sei amar. Eu chorei porque eu sempre canso de tudo e tudo sempre cansa de mim. Chorei de cansaço profundo de sempre cansar de tudo e tudo sempre cansar de mim...
Sou forte. Meio doce e meio ácida. Em alguns dias acho que sou fraca. E boba. Preciso de um lugar onde enfiar a cara pra esconder as lágrimas. Aí penso que não sou tão forte assim e começo a olhar pra mim. Sou forte sim, mas também choro. Sou gente. Sou humana. Sou manhosa. Sou assim. Quero que as coisas aconteçam já, logo, de uma vez. Quero que meus erros não me impeçam de continuar olhando para a frente. E quero continuar errando, pois jamais serei perfeita (ainda bem!). Tampouco quero ser comum e normal. Quero ser simplesmente eu. Quero rir, sorrir e chorar. Sentir friozinho na barriga, nó no peito, tremedeira nas pernas. Sentir que as coisas funcionam e que tenho que trocar de jeito quando insisto em algo que não dá resultado. Quero aprender e, ainda assim, continuar criança. Ficar no sol e sentir o vento gelado no nariz. Quero sentir cheiro de grama cortada e café passado. Cheiro de chuva, de flor, cheiro de vida. Aprecio as coisas simples e quero continuar descomplicando o que parece complicado. Se der pra resolver, vamos lá! Se não dá, deixa pra lá. A vida não é complicada e nem difícil, tudo depende de como a gente encara e se impõe. Quero ser eu, com minha cara azeda e absurdamente açucarada. Não quero saber tudo e nem ser racional. Quero continuar mantendo o meu cérebro no lugar onde ele se encontra: meu coração. E essa é a melhor parte de mim.
Clarissa Corrêa.  (via florejaste)

Você nunca vai crescer tentando diminuir alguém.

Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo… Isto é carência! Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar… Isto é saudade! Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes, para realinhar os pensamentos… Isto é equilíbrio! Solidão não é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente para que revejamos a nossa vida… Isto é um princípio da natureza! Solidão não é um vazio de gente ao nosso lado… Isto é circunstância! Solidão é muito mais do que isto! Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela nossa alma.
Chico Buarque.  (via versorragia)

O inferno está lotado ainda, você sempre pensa que você está sozinho. E você nunca pode dizer a ninguém que você está no inferno ou eles vão pensar que você está louco. Mas ser louco é estar no inferno e ser sensato também. Aqueles que escapam do inferno nunca falam sobre isso e nada mais os incomoda depois disso. Quero dizer, coisas como falta de uma refeição, ir para a cadeia, bater seu carro ou mesmo morrer. Quando você perguntar-lhes, ‘como as coisas estão indo?’ eles vão responder: ‘bem, muito bem …’ Uma vez que você foi para o inferno e voltou é o bastante, é a mais silenciosa celebração conhecida. Uma vez que você foi para o inferno e voltou, você não olha para trás quando o chão range. O sol está no alto à meia-noite. E coisas como os olhos de ratos ou um velho pneu em um terreno baldio pode torná-lo feliz. Uma vez que você foi para o inferno e voltou.
Charles Bukowski  (via oxigenio-dapalavra)

É que sou o tipo de gente que todo mundo pensa que conhece. Mas se enganam feio. Pouquíssima gente me desvenda. Mostro só o que quero. Não por maldade, mas por proteção. A gente tem que aprender a se proteger. Das escolhas dos outros. E até mesmo das nossas próprias escolhas.
Clarissa Corrêa.  (via acrescentada)

Eu poderia ficar acordado só para ouvir você respirando. Observar você sorrir enquanto está dormindo. Enquanto está longe e sonhando. Eu poderia passar minha vida nessa doce rendição. Eu poderia continuar perdida nesse momento pra sempre. Todo momento que passo com você, é um momento que eu valorizo. Não quero fechar meus olhos. Eu não quero pegar no sono. Porque eu sentiria sua falta. E eu não quero perder nada. Porque mesmo quando eu sonho com você, o sonho mais doce não vai ser suficiente. Eu ainda sentiria sua falta. Repousando perto de você, sentindo seu coração bater, e imaginando o que você está sonhando. Imaginando se sou eu que você está vendo. Então eu beijo seus olhos e agradeço a Deus por estarmos juntos. Eu só quero ficar com você, neste momento pra sempre. Não quero perder um sorriso. Não quero perder um beijo. Eu só quero ficar com você. Bem aqui, com você. Apenas assim. Eu só quero te abraçar forte. Sentir seu coração tão perto do meu. E só ficar aqui nesse momento, por todo o resto dos tempos.
Aerosmith.     (via nevarias)

Eu não sei o que você já enfrentou nessa vida. Não sei quantas vezes você se encontrou caído no chão, sozinho, sem ninguém pra te ajudar a levantar. Não sei quantos tropeços te deram. Não sei das tuas dores e cicatrizes. E você não precisa me contar se não quiser. Eu entendo. Talvez não sinta exatamente o mesmo, porque isso seria impossível, mas juro que entendo. Eu olho pra você e me vejo. Seus olhos cansados se parecem tanto com os meus. Sua boca, que pronuncia as palavras tão calmas, lembra a minha. E eu sei que atrás do teu sorriso se enconde vários não-sorrisos, assim como o meu. Eu sei que na tua brincadeira se esconde uma vontade de chorar baixinho, calado, sem plateia alguma que possa te julgar. Eu sei também que no seu “não foi nada”, existem vários “tudos” que ninguém nunca para pra escutar. Acredite, eu sei como é. Sei como é você gritar calado por um pedido de socorro e todos te olharem e simplesmente passarem reto. Mas, olha, eu queria te dizer que eu não vou ser mais uma dessas. Sei que talvez, agora, você não acredite. Eu também não acreditaria, mas vou te provar que vai ser diferente. Não vou te abandonar na primeira dificuldade. Não vou te julgar ou te deixar pra trás. Eu já estive no seu lugar e, vez ou outra, me deparo voltando para o mesmo. E ninguém nunca foi capaz de me escutar mais do que cinco minutos e dizer tudo isso que eu estou te dizendo agora. Ninguém nunca foi por mim o que eu estou sendo por você. Isso não é uma troca de favores. Estou aqui porque o meu coração quer estar. Então vem, segura a minha mão. Agora aperta e não solta. Estamos juntos nessa.
Capitule. (via nevarias)

Eu só espero que não venha mais ninguém, aí eu tenho você só pra mim. Roubo o teu sono, quero o teu tudo, se mais alguém vier não vou notar. Preciso de você pra me fazer feliz. Não quero mais ficar aqui. Preciso viver só pra me fazer maior. Mas quando você vem eu fico melhor. Mesmo que não venha mais ninguém, ficamos só eu e você. Fazemos a festa, somos do mundo. Sempre fomos bons de conversar. Eu só espero que não venha mais ninguém.
— Banda do Mar. (via apagou)

Seja livre como um pássaro. Olha lá um pôr-do-sol a sua espera. Lave sua alma no rio, busque emoção nas nuvens. Não dê asas para a solidão. Abrace uma árvore, sorria ao encanto do beija-flor. Invente histórias que nunca existiu, tire o peso que carrega no seu corpo. Procure olhares que te confortam, anjos ao seu redor, sonhe alto, procure transbordar paixões. Abra a porta do seu coração, não se deixe levar pela venda. Arranca o túmulo que sufoque o seu peito. Aprenda a amar com a alma limpa. Voe. Sinta amor, procure amor. Viva o amor.
Dan Maia   (via oxigenio-dapalavra)

Estou morta, mortinha, aquela sensação de achar que a vida é ruim ou que a vida é boa não existe mais, tudo se foi. Apenas estou aqui por estar, pode ser que amanhã ou depois, alguma coisa boa aconteça, mas não agora, não está acontecendo nada. Estou vazia, sem disposição, sem vontade, prazer ou amor. Tecnicamente, eu não estou aqui, só o meu corpo. A minha alma já foi, foi junto com minha paz, com meu espírito de vida. Não se preocupe, estou aqui em certas partes, não em tudo, alguma parte doida e sem sal de mim não se foi. Por esperança minha, um dia vou voltar à ser inteira, corpo e alma, um dia. Esperarei, enquanto eu espero, vou tentando estar viva, porque como eu disse, estou tecnicamente morta. Oca.
Ana Lua. (via florejaste)

Ele era sol e eu lua. Trilhamos caminhos diferentes unidos por um amor impossível, amor que emocionou até o destino, que com compaixão de nós nos permitiu um breve encontro. E em uma de minhas translações nos deparamos um de frente para o outro. Ele era luz e eu escuridão e juntos eramos um eclipse.
O menino que observava a Lua.    (via esplandecer)

A crítica sem lógica e embasamento é pura inveja.
Elisa Bartlett  (via oxigenio-dapalavra)

Sou flores, porque não consegui ser caule, nunca servi para dar suporte, sempre precisei mais do que podia oferecer. Raízes sempre foi o mais distante de mim, nunca servi para sustentar algo, ainda mais se tratando de um ser. Sempre fui a parte mais sensível, mais chamativa, mas servia só para isso, só mantia a aparência, enquanto dependia de suportes para sobreviver.
Julio Venori.  (via oxigenio-dapalavra)

Você pode fechar os olhos para as coisas que você não quer ver, mas você não pode fechar o seu coração para as coisas que você não quer sentir.
Linkin Park (via devoras)

Eu quero um pensamento do tamanho e formato exato de mim. Eu preciso seguir em frente. Que ele seja repleto de coragem e determinação. Que ocupe cada aresta, cada beirada e resto de canto desocupado de mim. Que a confiança seja apenas o seu inicio e mais avante nele esteja estampada a destreza de amar sem medo. Que ele me inspire e faça saltar do meu peito palavras de luz e perseverança em todas as direções. Um pensamento tão perfeito capaz de me jogar pro alto, bem alto, e entre as nuvens mostrar o segredo escondido de como é bom estar vivo. Você pode não me entender, mas é que eu preciso seguir em frente. Dúvidas? Elas sempre existirão. Mas nem elas sobreviverão a liberdade do amor incondicional. Amar por amar. Sim, meu caro, eu quero um pensamento completo, que depois de ocupar cada lacuna vaga ou esquecida de mim, faça dos meus olhos lanternas para o mundo com reflexos de otimismo. E que por onde eu passe espalhe um exército de compaixão fuzilando preconceitos, radicalismos textuais, monocromáticos, religiosos ou radicais. Sim, eu quero cores de todas as tonalidades e sexualidades. Felicidade? Uma palavra que de tanto pertencer ao futuro agarrou-se aos sonhos se tornando lembrança ou desejo, mas nunca parte de mim. Pois então, que este pensamento seja a tal felicidade. Eu quero pupilas bem grandes pra ver tudo em 6d, dimensões paralelas ou convexas, tanto faz, mas que me tragam a paz e o sorriso de estar entre tantas possibilidades. Um pensamento que, com dedos longos e mãos ariscas, me faça rascunhar um beijo ou um simples aperto de mão na tela que se tornou tão espessa com tintas misturadas à terra de tantos caminhos e jornadas inúteis e em vão. Que tenha a textura do vento, que me preencha na totalidade e faça enxergar um futuro exuberante. Um mundo em sua plenitude espiritual, completo, complexo e integralmente repleto de amor. Depois de tudo esticaria os meus braços espreguiçando satisfeita de ter feito um bom trabalho e ter seguido em frente.
Elisa Bartlett  (via oxigenio-dapalavra)

@romanceais